Adicione o seu email para receber atualizações - Follow by Email

terça-feira, 17 de dezembro de 2013

Créditos de Logística Reversa - Bolsa de Valores do Rio de Janeiro



Créditos de Destinação Adequada (CDAs) são títulos representativos de destinação final ambientalmente adequada de resíduos sólidos.

A empresa recicladora que realizar a destinação final ambientalmente adequada receberá um Crédito de Destinação Adequada (CDA). Os CDAs poderão ser vendidos ao produtor ou importador, para que estes possam cumprir suas obrigações de destinação final ambientalmente adequada junto à autoridade ambiental competente.

Poderão ser emitidos CDAs para os seguintes resíduos:


www.bvrio.org.br
www.bvtrade.org 


Fórum Estadual Lixo e Cidadania - FLIC PE

Agradeço a Alice Domingues e Bertrand Sampaio pela oportunidade de apresentarmos nosso trabalho de pesquisa pela Fundação Joaquim Nabuco - FUNDAJ.

https://www.dropbox.com/sh/r58fp9v1r6mht8k/3wvohfGi4t/SEPAC_11_DEZ_2013_LUCIA_XAVIER.pdf


sábado, 9 de novembro de 2013

TROFEU JORNAL DO COMÉRCIO 5 de novembro de 2013



http://www.portalderelacionamentojc.com.br/trofeu-cultura-economica/



Livro de Logística:
Sistema de logística reversa

Autores: Lúcia Helena Xavier e Henrique Luiz Corrêa.
A gestão de resíduos é uma atividade que requer planejamento. O livro se propõe a abordar os mecanismos de sistemas de logística reversa surge como uma ferramenta para preencher a lacuna que existe entre as regulamentações e as práticas vigentes.
Sistema de logística reversa

quarta-feira, 11 de setembro de 2013

Pernambuco realiza conferência estadual

Novo futuro - O representante do movimento dos catadores local, José Cardoso, lembrou que o tema resíduo sólidos é bem apropriado para a realidade atual, porque atinge diretamente milhares pessoas – 20 mil apenas em Pernambuco. “E espero que do evento sejam extraídos propostas para melhorar a vida dos catadores”, acrescentou.
Dados levantados pela Fundação Instituto de Pesquisa Econômica Aplica (Ipea) sobre a situação social das catadoras e dos catadores de material reciclável e reutilizável mostram que, em Pernambuco, mais de 76% das pessoas que exercem a atividade de reciclagem são do sexo masculino, com idades que variam entre 12 e 54 anos. De acordo com a pesquisa, nos domicílios de Pernambuco, 55,4% das crianças e adolescentes vivem em lares com pelo menos um catador ou catadora.
As conferências municipais e as regionais são uma preparação para a edição de 2013 da Conferência Nacional de Meio Ambiente, que ocorrerá entre 24 e 27 de outubro em Brasília, com foco na Política Nacional de Resíduos Sólidos, instrumento de educação ambiental e democracia participativa, orientada pelas diretrizes do Ministério do Meio Ambiente.

http://www.conferenciameioambiente.gov.br/pernambuco-realiza-conferencia-estadual/
http://www.conferenciameioambiente.gov.br/

segunda-feira, 2 de setembro de 2013

CATADORES NO PAÍS

Nordeste concentra 30% dos catadores do país

Pesquisa do Ipea retrata a situação socioeconômica dos catadores de material reciclável

Um estudo, coordenado por técnicos do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), revela que cerca de 30% dos catadores de lixo de todo o país estão na região Nordeste (116 mil pessoas), a maioria em áreas urbanas. A Bahia é o estado com maior número de pessoas nesta atividade (34.107).

Os dados, obtidos com base no Censo Demográfico de 2010, estão na publicação Situação social das catadoras e dos catadores de material reciclável e reutilizável. Realizada em parceria com a Secretária-Geral da Presidência da República e a Secretaria Nacional de Economia Solidária do Ministério do Trabalho e Emprego (MTE), a pesquisa reúne indicadores sociais e econômicos desta parcela da sociedade.

O diagnóstico demonstra que a renda média mensal dos catadores da região, em 2010, era de R$ 459,34, 10% inferior ao salário mínimo nacional (R$ 510,00). A média de idade das pessoas que revelaram exercer a atividade ficou entre 30 e 49 anos - aproximadamente 4% ainda não haviam atingido a idade adulta e 15% encontravam-se entre 18 e 29 anos, faixa etária utilizada como referência nas políticas públicas para a juventude.

A participação de negras e negros entre os catadores no Nordeste chegou a 78,0%. A Bahia foi o estado com maior representatividade de negras e de negros entre esses trabalhadores, 84,2%. O Rio Grande do Norte apresentou o menor percentual, 71,2%.

Dentre aquelas pessoas do Nordeste que declararam exercer a profissão no Censo 2010, 53,8% afirmaram que contribuíam para a previdência, embora não se tenha como saber se a contribuição era regular. O Rio Grande do Norte se destacou positivamente, tendo apresentado um valor de cobertura previdenciária de 65,0%. As piores médias foram encontradas no Maranhão e no Piauí, ambos com 42,2% do total de catadores que afirmaram contribuir.

Série
A exemplo desta pesquisa, outras estão em andamento para as demais regiões e para o país. Elas irão subsidiar as etapas estaduais e nacional da 4ª Conferência Nacional do Meio Ambiente, que terá como tema a gestão de resíduos sólidos.